Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Pilantras com o Quico

Pilantras, pelos Trilhos do Quico na Grande Caminhada

Pilantras, pelos Trilhos do Quico na Grande Caminhada

Pilantras com o Quico



Bem-vindos aos Blogs do Ticas, este vosso novo amigo na Blogosfera

Venham comigo, com o Quico e com o Ventor

Pilantras - o Ticas
Caminhem aqui com o Ticas, o Ventor e o Quico
Caminhem n'A Grande Caminhada do Ventor
Caminhem também por estes trilhos
O Ticas nos Trilhos do Quico: com o Ventor

O Fotoblog do Pilantras: sempre com as flores

Pilantras - o Ticas: recordarei sempre o Quico

Venham connosco. A Grande Caminhada nunca acaba!

22
Mai13

Há milhares de Anos na Índia

Pilantras

Todos nós, até eu, olhando o mapa-múndi, topamos logo com aquela figura de mapa, na prática, de um cone invertido que sai do sul do continente asiático e parece querer mergulhar pelo Oceano Indico dentro.

Também, todos nós, até gatos que tenham acesso aos grandes meios de comunicação, sabem algo sobre esse sub-continente mágico, o sub-continente indiano.

Já todos ouvimos falar desse grande planalto indiano a que os homens chamaram o Planalto do Decão. Também já ouvimos falar dos Ghats: os ghats ocidentais e os gatos orientais, cordilheiras que o Oceano Índico construiu, talvez, naquele toma lá dá cá, da estalada, eterna, entre o mar e a terra.

 

 

Música da Guerra dos Tronos (Games of Thrones)

 

Olhando todos esses vales por onde correm grandes rios como o Ganges (o Grande rio Sagrado) e o rio que passa em Nova Dehli, o rio Yamunda que passa junto àquele sítio a que alguém (um amigo meu), deu o nome de "Amor de Pedra Feito", em Agra e desagua, lá para baixo, no rio Ganges.

Quase todos os rios que descem dos Himalaias como o Ganges e os que nascem no Planalto do Decão, descem rumo à costa oriental e desaguam no Golfo de Bengala.

 

Mas a Índia, como dizia um dos meus amigos que utiliza o pseudónimo de Massarico e que já fez umas caminhadas pela Índia, é um mundo de muitos fenómenos religiosos, sociais e culturais.

Aliás, disse-me o Ventor que os indianos têm sido uma convulsão de castas pelos séculos fora, pelos milénios.

 

Como podemos avaliar por tudo do que sabemos, toda aquela região que hoje integra a Índia e o Paquistão, foi antes da chegada dos europeus, uma região formadora de reinos e de impérios. Por ali se digladiaram forças de campos opostos e, até, talvez, segundo rezam os investigadores de velhas civilizações, se calhar, por ali se travou uma das maiores, talvez a maior batalha da humanidade.

Poderia fazer parte dessa série da Guerra dos Sete Reinos ou Guerra dos Tronos que anda aí pelas TV's.

 

Muitos de vós, como eu e o Ventor, nunca terão ouvido falar da Batalha de Kurukshetra. Pois terá sido mais que uma batalha. Terá sido uma guerra. Uma guerra onde se deu uma batalha que durou 18 dias.

 

 
Manuscrito ilustrado da Batalha de Kurukshetra
 
Antes de continuar deixo-vos aqui a informação de que o local dessa batalha, fica perto de Nova Deli, lá para o norte da Índia. O texto que descreve esta batalha foi escrito por um dos dois maiores épicos clássicos da Índia - o Mahabarata. 
Terá sido uma luta entre dois clãs irmãos pelo trono de Hastinapura, hoje uma estação arqueológica, a Nordeste de Nova Deli.
Os Hauravas e os Pandava conseguiram arrastar reinos que se digladiaram pelos clãs rivais.
 
O Mahabarata, conta-nos que esta batalha durou 18 dias e que se enfrentaram grandes exércitos de toda a Índia. A batalha, como podemos imaginar não se deu num ano certo de um qualquer calendário mas, os indianos que se dedicaram aos seus estudos, acreditam que ele se terá dado entre 3.100 A.C. e 800 A. D. Enfrentaram-se 1.530.900 homens do lado dos Pandava e 2.405.700 homens do lado dos Kauravas. No final da batalha não foi difícil contar os sobreviventes. Ao todo 8 Pandavas e 4 Kauravas.
 
Esta batalha que durou 18 dias, ocupa metade do livro de 74.000 versos, apesar de a outra metade descrever séculos de história. 
 

Pangea

Atum o Deus Criador

Atum o Deus Criador

This file is licensed under the Creative Commons Attribution-Share Alike 4.0 International, 3.0 Unported, 2.5 Generic, 2.0 Generic and 1.0 Generic license> Obra de Jeff Dahl

Vitral de Notre Dame de Paris

subscrever feeds

Calendário

Dezembro 2017

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.